domingo, 26 de julho de 2009

Estado de Natureza


O teórico iluminista Jean Jacques Rosseau afirma que o homem, tornando-se social, acaba fraco, medroso e subserviente e sua maneira de viver frouxa acaba por debilitar sua força e coragem.As mordomias da modernidade acabaram mimando o ser humano, facilitando cada vez mais o acesso às necessidades básicas e fazendo com que façamos cada vez menos esforço para alcançar os objetivos desejados.Se perdermos contato com nosso “estado de natureza”, termo este criado por Rosseau, estaremos condenados a viver sob a ditadura do relógio, num modus vivendi mecanicista, tecnocrático,insípido, amorfo, higiênico.É a morte da paixão pela vida. Cabe a nós mudar, buscando o retorno ao nosso “estado de natureza”, onde vivemos em comunhão e interdependência com o ecossistema e não com as máquinas.Uma boa dica é tentar pequenas mudanças na rotina para ver o mundo e a vida sob outros ângulos.